Logo
Asseguramos melhores condições aos mukheristas

Rubricámos com a Associação Mukhero, um Protocolo de Parceria, que visa potenciar um pacote de produtos e serviços em condições excepcionais e com vantagens para os associados. Destaca-se a Linha BCI Negócios – Mukhero, exclusivamente para os Colaboradores e Membros individuais da Mukhero.

O acto foi formalizado pelo nosso PCE, Dr. Paulo Sousa, e pelo Presidente da Associação dos Vendedores e Importadores/Exportadores do Sector Informal De Moçambique – Mukhero, Senhor Sudecar Novela. Estiveram ainda presentes Membros da Administração e colaboradores do Banco, membros associados e colaboradores da Mukhero, e convidados.

Na sua intervenção o nosso PCE referiu que “Na economia moçambicana, o mercado informal é ainda muito predominante no tecido empresarial. Segundo dados do Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas (IPEME), estima-se que cerca de apenas 2% das micro e das PME estejam registadas e apenas 9% tenham conta bancária” – contextualizou e prosseguiu: “Por isso, o BCI tem apostado de uma forma significativa no conjunto de acções e no apoio de diversas instituições e iniciativas, que têm como propósito potenciar a transferência do sector informal para o formal”.

Com vista a dar resposta aos desafios colocados à Associação Mukhero, removendo os considerados principais obstáculos à constituição de um negócio e ao desenvolvimento da actividade dos associados que é o acesso ao financiamento bancário, e, como enfatizou o Dr. Paulo Sousa, “O BCI tem, ao longo dos anos, de uma forma tão consistente, neste domínio, sido também um parceiro das PME”. Neste quadro, rematou: “Estamos comprometidos com uma Associação que é hoje vasta, que tem impacto visível na economia do país e que, de facto, é também uma das componentes essenciais de toda a actividade económica, que se desenvolve numa esfera específica de actuação, mas da qual queremos estar próximos e queremos contribuir, porque este contributo, neste pequeno domínio, é vital para o desenvolvimento económico de Moçambique”

Segundo o Presidente da Associação Mukhero, Sr. Sudecar Novela, a assinatura deste Protocolo “constitui, para nós, um momento de grande alegria e emoção, porque o relacionamento com o sistema financeiro em Moçambique é uma das necessidades mais sentidas por esta classe já há bastante tempo”. Considerando que o acesso dos associados ao sistema financeiro vai ajudar a levar aos poucos os operadores do comércio informal à economia formal, Novela explicou que “A Associação Mukhero poderá dar um contributo muito grande para o alargamento da base económica do país, através do aumento do volume de negócios, a avaliar pelo actual número de associados que está acima de 10.000 membros, e um enorme potencial de operadores do comércio informal transfronteiriço não inscritos na agremiação. Temos a certeza que podemos contribuir para o alargamento da base tributária e por conseguinte para as receitas fiscais”.

Maputo, aos 02 de Dezembro de 2016